TEEN WOLF: 5.05 "A NOVEL APPROACH"

terça-feira, setembro 15, 2015

Coisas a ter em conta antes de ler: o post é sobre a série e ontém spoiller, para além de que eu continuo a achar que se não acompanhas Teen Wolf, mesmo que seja totalmente fora de tempo, estás a perder a maior série alguma vez produzida. Aqui encontras outras reviews escritas com muito amor.

Tive de ver este episódio umas três vezes para conseguir ter certeza de que palavras usar para explicar tudo o que estava a sentir. Confesso que até agora enquanto estou a escrever não tenho ideia de como me expressar sobre a magnitude apresentada a nós por Jeff Davis e companhia. E eu realmente devo dar os parabéns a equipe inteira da série pela fotografia, roteiro, direção e atuações apresentadas aqui. Sempre me surpreendo em como a série consegue prender me e fascinar me de um modo tão fácil. Então, desde já, perdoem as minhas palavras mal colocadas aqui e o tanto de sentimentalidade que vocês estão prestes a ler.
É impossível começar a comentar o episódio sem, mais uma vez, elogiar a atuação de Dylan O'Brien, que a cada novo plot nos surpreende e dá um banho de talento em muito ator mais velho que há por aí. A sequência inicial começou exatamente onde "Condition Terminal" parou e toda a agonia e desespero de Stiles foram nos transmitidas pelas caras e bocas de Dylan combinadas com a edição de imagens. Eu realmente acho que a mordida(?) que Donovan deu no ombro do jovem ainda vai dar merda, mas como pensar nisso quando o menino queria comer as pernas de Stiles? E sim, em sentido literal. Ok, achei bom o micro desenvolvimento do personagem porque mostrou que todo aquele rancor e desejo de vingança já mostrados nos outros episódios da temporada não eram a toa. Mas, apesar de no fim, Donovan ter sido uma vítima dos Dread Doctors, eu concordo com Stiles. Há uma linha tênue entre vida e morte e a ultrapassagem dela é justificada sim quando tudo é feito em legítima defesa. Duvido que qualquer um, inclusive Scott, preferiria morrer a matar um psicopata que quer realmente te ferir/matar, mas apesar disso, nada tira a culpa de ter matado uma outra pessoa, e é exatamente isso que, acredito eu, será o dilema de Stiles daqui em diante.

Aliás, preciso dizer que se eu pudesse ser alguém nessa série, seria Stiles. Apesar de tudo, ele chega em casa e já anota todas as possibilidades do que poderia ter acontecido. E o bom é que Scott confirmou a teoria de que alguém está a roubar os corpos e eu realmente espero que todos conversem entre si, porque eu tenho certeza que Lydia, esperta como é sendo uma banshee, logo vai associar o roubo dos corpos e a história que Parrish lhe contou no episódio passado. E aliás, minha gente, o que diabos o Parrish é para ficar a levar os seres sobrenaturais pro Nematon? Tenho que dizer que não imaginava que a história dele estaria ligada aos Dread Doctors, mas acabamos por ver que que, mais uma vez, a árvore que transformou Beacon Hills num farol para seres sobrenaturais é a chave de tudo. Seja pa ra todo o plot dos Doctors, seja para descobrir o que o nosso policia favorito é.
E uma das coisas que mais adoro em Teen Wolf é o fato de que as informações nos são dadas sem demora e ao mesmo tempo que vamos tendo respostas, elaboramos novas perguntas e teorias. Quando Malia apresenta o livro pra Lydia e todo o pack, as coisas foram encaixando se de tal forma que um nome originou disso tudo e a solução foi voltarmos aos nossos amigos de longa data até o lugar mais aterrorizante que já apareceu até agora: Eichen House.

Eu acho impossível não amar todo o plot que aconteu na Eichen. Tivemos até oportunidade para um romance. Scott só sabe dar bola fora, né, minha gente? Dizer para a namorada que a ama das formas mais aleatórias possíveis? É, bom, só ele faz esse tipo de coisa mesmo. Mas pelo menos ele compensou a falha não só dizendo para ela que ele não falou a palavrinha de quatro letras aleatoriamente, mas também, provou isso ao tirar Kira, com o perdão do trocadilho, em choque da Eichen. É claro que o fato de ela ser uma kitsune e estar a entender os seus poderes é ótimo para ser trabalhado nesse meio tempo, e claro também que isso daria problema alguma hora e bom, graças a ela, o campo magnético da Eichen foi quebrado e isso permitiu que os Doctors entrassem no sanatório.

Mas o ápice do episódio foi mesmo a sequência de cenas de Lydia e Stiles com o Dr. Gabriel Valak a explicar tudo sobre o livro e o que sabe sobre os Dread Doctors. Impossível não ficar assustaca com cada palavra que o senhor dos três olhos estava a contar e não tentar entender tudo um pouquinho melhor. Acontece que ele escreveu o livro para tentar abrir a mente de quem o lesse para caso tivesse tido algum contato com os Doctors, isso tinha o propósito de fazer a memória retornar e ir atrás de respostas. Foi assim que Lydia foi guiada até ele e bom, devo dizer que tudo foi bem sombrio e interessante nesse meio tempo. Seja o pedido da gravação do grito de Lydia, seja os Doctors a arrancar o terceiro olho de Valak, seja ainda Stiles e Lydia daremconta que, é graças ao sacrifício do Nematon feito por eles em "Lunar Ellipse", que os Doctors foram parar em Beacon Hills.

Lidar com as consequências do que foi proposto lá na terceira temporada em "Alpha Pact", quando o sacrifício aconteceu para encontrar os pais de Allison, Scott e Stiles, não vai ser nada fácil. Eles sabiam na época que isso traria algumas consequências, mas ainda assim resolveram arriscar tudo por aquelas vidas. Bom, se as causas foram válidas ou não, não cabe a nós julgar mas sim torcer para que eles possam resolver todo estes problema e descobrir as conexões entre os Dread Doctors, o Nematon, Parrish e todo o resto. Eu só sei que mal posso esperar para a junção de todas essas histórias e de como isso vai afetar o nosso pack.

Notas Sobrenaturais:
1) Demoraram tanto tempo para Stiles superar a Lydia e agoram voltarem com esse amor que ele sentia por ela, assim do nada deixa-me irritada. Sou super a favor de Stydia,mas gente onde é que fica a Mali nessa história?
2) Falando nisso, não me digam que vai haver algo entre Theo e Malia que isso vai me revoltar pela vida inteira.
3) Essa conexão da Malia com a mãe aka Loba do Deserto deu me uma pequena agonia, mas sinto que isso só vai ser melhor trabalhado na parte B da temporada.
4) Só eu fiquei a perguntar me onde diabos está Peter Hale quando o Dr. Valak apareceu?
5) Scott é tão lesado que além de falar tudo pro Theo, nem tinha terminado de ler o livro.
6) Teoria: Para mim, Theo foi uma experiência dos Dread Doctors que deu certo.
7) A raposa de Kira a apontar pro local onde o cinto dela estava no chão me deu uma pequena agonia. Tudo me deu agonia nesse episódio.
8) Alguém me explica o que os Doctors querem com o olho do Valak? E também, por que ele vai querer sair de Eichen agora depois de ter usado o grito da Lydia pra rachar sua cela?

E vocês, o que acharam do episódio?

TAMBÉM PODERÁS GOSTAR DISTO...

0 comentários

Olá meus amores! Ou como eu gosto de vos chamar, Woah'zitos.
No caso de vocês estarem interessados em comentar o conteúdo aqui do blog, fiquem a saber que depois de responderem ao formulário de comentários a vossa opinião não ficará visível, mas irá ficar assim que eu lei-a o comentário e autorize a sua publicação.
Prometo responder a todos vocês como muito amor e carinho.