SHARING IS LOVE: FUNDOS PARA O TEU TELEMÓVEL

Sharing Is Love domingo, dezembro 03, 2017

Não sei se vocês têm tumblr ou se sequer se identificam com essa rede social, mas é nela que eu passo grande parte do meu tempo. Tenho a minha própria página nesse site que geralmente é um diário cor de rosa, sintam se à vontade para espreita-lo ou então é a maior confusão do mundo. A minha vontade de o deixar com um ar apelativo leva-me a não reblogar tudo o que encontro por lá (seja para não saturar o feed com imagens muito semelhantes, ou por não o estragar por partilhar algo que está totalmente fora da minha paleta de cores) acabo por não mostrar a ninguém imensa coisa que vi e gostei que, eventualmente, fica perdido na minha pasta de favoritos. A mesma está recheada de conteúdo de fandoms, capas para twitter e mil e uma imagens de fundo para telemóvel. Todos esses itens favoritados levaram me a ter a ideia de vos mostrar por aqui, porque afinal de contas, partilhar é amor.

Como poderam ver através do título, no post de hoje vou vos indicar alguns fundos de para telemóvel que encontrei por lá.

5 COVERS MARAVILHOSOS DE HAVANA PARA OUVIR JÁ

Música segunda-feira, novembro 20, 2017

Havana é uma música o albúm de estreia a solo The Hurting. The Healing. The Loving. da cantora cubana Camila Cabello em parceria com o rapper americano Young Thung, sendo composta por ambos em colaboração com Brittany Hazzard, Ali Tamposi, Brian Lee, Andrew Watt, Pharrell Williams, Louis Bell e Frank Dukes (também encarregado da produção ao lado de Matt Backley). A 30 de agosto tornou se um single oficial do albúm.

É uma faixa lenta que mistura a música latina e o pop que retrata a cantora a abraçar a sua herança cubana. Sadie Bell, da Billboard, interpretou a linha "Metade do meu coração está em Havana" como a narração de "um romance que deixou o coração de Cabello abandonado no sul", enquanto que para Brittany Spanos, da Rolling Stone, na faixa "dançante e suave", Cabello se apaixona por "um misterioso pretendente no leste de Atlanta", embora tenha deixado o seu coração na sua cidade natal. 

Heis alguns covers da músia que me surpreenderam:

NÃO VOU VOLTAR A PEDIR DESCULPAS POR NÃO POSTAR

Se Eu Fosse Arabella domingo, novembro 19, 2017

O Woah Arabella é, sem qualquer dúvida, o projeto do qual eu mais me orgulho, já me acompanha há quase quatro anos e tornou todos os meus dias, desde então, mais maravilhosos. Olho para ele com o mesmo entusiasmo que tinha a quando a sua criação, criei novos objetivos para o mesmo e dei-lhe um rumo totalmente diferente daquele que tinha definido inicialmente, mas até hoje ainda não duvidei de que o levaria comigo para toda a vida.

Desabafo do Dia #19 #CRAZYHALLOWEENWEEK

#CRAZYHALLOWEENWEEK sábado, outubro 28, 2017
Isto do #CRAZYHALLOWEENWEEK não correu nada como eu imaginei....

A VERY SPOOKY PLAYLIST #CRAZYHALLOWEENWEEK

#CRAZYHALLOWEENWEEK quarta-feira, outubro 25, 2017

Se à coisa que o blog tem que chegue para dar e vender, são sem dúvida playlists. Por isso, não seria mais do que justo trazer uma publicação recheada com as melhores músicas dentro do tema do Halloween nesta #cRAZYHALLOWEENWEEK. A mesma inclui mais de 40 temas, tendo no total 2H32min para te ajudara a entrar no espírito que esta data demanda. É de salientar que tem Nina Simone, Michael Jackon, Ac/Dc, Rolling Stones, entre muitos outros... É só seguir no spotify e dar play.

THINGS YOU NEED TO DO THIS HALLOWEEN #CRAZYHALLOWEENWEEK

#CRAZYHALLOWEENWEEK terça-feira, outubro 24, 2017

Na minha família, e na maioria das famílias portuguesas, nunca se deu a devida atenção ao Halloween, lá por casa na noite de 31 de outubro fazíamos as nossas coisinhas como em qualquer outro dia, com a única diferença: sabíamos que na manhã seguinte iríamos entrar no carro para ir à terra do meu avô, para celebrar o Dia de Todos os Santos. É o costume por estas zonas, festejar àqueles que pela sua vida e devoção a Deus se tornaram Santos e apesar de ainda ser essa a tradição que a minha família segue, aos poucos e poucos o Halloween vai entrando na nossa rotina. Tenho três irmãos e todos nós, durante os tempos da primaria fomos mascarados de acordo com o tema, até cheguei a andar por aí a pedir doces em vários anos. A verdade é que eu adoro esta altura do ano e perco-me no tumblr e no pinterest a ver as coisas fantásticas que são realizadas em outros países à volta deste tema. Esse é o motivo pelo qual decidi criar a #CRAZYHALLOWEENWEEK.

FILMES SOBRE GUERRA QUE PRECISAS DE VER

Na Estante sexta-feira, outubro 20, 2017

O dicionário define guerra como um confronto sujeito a interesses de disputa entre dois ou mais grupos distintos de indivíduos mais ou menos organizados, utilizando armas para tentar derrotar o adversário. Esta pode ocorrer entre países ou entre grupos menores como tribos ou fações políticas dentro do mesmo país. Em ambos os casos, pode-se ter a oposição dos grupos rivais isoladamente ou em conjunto, neste último caso, tem-se a formação de alianças.

Ocorrida entre 1939 e 1945, a Segunda Guerra Mundial foi um conflito militar que envolveu a maioria das nações do mundo, foi a guerra mais abrangente da história, mobilizando mais de 100 milhões de soldados à volta do globo. A mesma foi marcada por um número significante de ataques contra civis, tais como o Holocausto e o uso de armas nucleares em combate o que fez dela o conflito mais letal da história da humanidade, estimando se que durante esses seis anos tenham morrido 50 a mais de 70 milhões de pessoas por causa da guerra.

Tendo este período da História tão devastador e marcante na vida do Homem, apesar do quão trágico e triste o mesmo foi, não restam dúvidas de que a Segunda Guerra Mundial inspirou vários artistas. O que também aconteceu no cinema, onde vários cineastas mostraram através da sua visão os horrores da guerra, criando filmes que até hoje são lembrados e aclamados. Para este post selecionei 10 filmes sobre a temática (os títulos estão apresentados pela data de lançamento).~


AS NOVAS SÉRIES QUE ENTRARAM PARA A MINHA LISTA DO AMOR

Na Estante segunda-feira, outubro 16, 2017

O regresso às aulas e a adptação ao ensino superior privou me de várias coisas que eu adorava fazer no secundário por não ter tempo para tudo. Não consegui trazer o quatro posts por semana ao blog (tal como não consegui falar de certos temas), deixei de procratinar o que até foi bom porque consegui tornar me uma pessoa mais produtiva, mesmo tendo menos tempo, tive de me habituar a dormir menos de oito horas por noite e a acordar de bom humor quando isso acontece. Mas, mesmo tendo de comer à pressa na maior parte dos dias, de dormir menos vezes em casa ou de já não saber exatamente quando é que vou ter tempo para estudar uma coisa que nunca fica de fora da minha vida são séries.

Não tenho tempo par ver tantos episódios como outrora vi-a, há dias em que nem sequer vejo nenhum, um crime - eu sei, mas aproveito o fim de semana, e um tempo ou outro que tenho livre, para ir vendo os meus queridinhos de sempre e para ir vendo um pilot ou outro na esperança de adicionar um título ou outro à minha listinha do amor. Sou bem louquinha por séries.

Mas, entre os pilots que vou vendo, surgem sempre séries que me enchem de expetativas  e me levam a acompanhar o resto da temporada, acontece todos os anos e eu já sabia de caras que neste iria acontecer o mesmo. No ano passado dei as boas vindas a Famous in Love, Riverdale, The Exorcist, This is Us, entre outros. Neste post apresento quatro séries novas que ainda agora omeçaram e eu já quero devorar.

5 COVERS MARAVILHOSOS DE DUSK TILL DAWN PARA OUVIR JÁ

Música sexta-feira, outubro 13, 2017
Dusk Till Dawn é uma canção do cantor inglês Zayn com a cantora e compositora australiana Sia, que foi lançada mundialmente a 7 de setembro de 2017 como o principal single do próximo disco de estúdio do artista. O Vídeo foi lançado no mesmo dia e o mesmo apresenta o Zayn e a atriz americana Jemima Kirke. A música aparece, também, no trailer oficial do filme The Mountain Between Us.

AFINAL, O QUE QUER MAMIHLAPINATAPAI QUER DIZER?

Se Eu Fosse Arabella quarta-feira, outubro 11, 2017

Nunca perdi muito tempo a pensar em qual seria a minha palavra favorita, verdade seja dita nem imaginava que as pessoas realmente tinham palavras favoritas, mas foi depois de ler um post no Pausa Para Um Café no qual a Anna Schermak reuniu algumas ideias de posts diferentes.

A minha história com esta palavra começou há uns anos atrás quando encontrei um post com palavras que não têm tradução direta para outros idiomas no qual se referiam também a saudade e, desde então, que apaixonada por essas palavras que não se traduzem, sendo que de volta e meia lá estou eu a pesquisar no google por esses termos para adicionar a uma listinha que eu tenho. E foi justamente com essa lista que me voltei a cruzar com mamihlapinatapai e acabei por a definir como a minha palavra favorita.