TEEN WOLF: 5.06 "LIES OF OMISSION"

segunda-feira, setembro 21, 2015

Coisinhas a ter em conta antes de começar a ler: o post é sobre a série e contém spoiler e eu continuo a achar que se não vês Teen Wolf estás a perder a maior série alguma vez produzida. Aqui encontras outras reviews escritas com muito amor. 

Um certo Theo Raeken merece morrer dolorosa e lentamente. E eu não poderia começar esta review a dizer outra coisa. A personagem entrou há nove episódios e fez me morrer de ódio em cada um deles. Mas neste episódio ele conseguiu chegar ao ápice de tudo e cá estou eu a desejar uma linda morte para o vilão de Cody Christian. Se o maior dos pilares de Teen Wolf é a amizade/bromanece de Stiles e Scott, chegamos ao ponto em que a coluna que sustenta a série não só rachou, como está caída. Como fazes as coisas funcionarem quando aquilo que mantém a estrutura em pé não funciona? Jeff Davis merecia ser torturado e cortado em pedacinhos por causa desse episódio, e na verdade, pela criação de Theo Raeken, porque afinal, todos os problemas aqui se resumem a ele.



A falsidade de Theo já aparece no início do episódio enquanto ouvimos o monólogo de Scott sobre como a situação se encontra no pack. Cinco dias que pareceram um mês pelo resumo do quão afastados os personagens se encontram. E todo o apelo de Theo para Scott irritou me de uma forma absurda. Ele conseguiu aumentar o meu rancor aos poucos aqui, especialmente quando se fez de inocente com Scott no carro e o entregou a chave de fenda repleta de sangue de Stiles. E COMO ASSIM O SCOTT ACREDITOU NAQUELA VERSÃO DELE? Stiles espancando alguém até a morte e sem parar? Onde que isso parece o Stiles, gente? Nem na sua versão voight ele ficou dessa forma, e alguém que o conhece há tanto tempo deveria saber disso.

Theo, aliás, conseguiu seu prêmio "falsidade do ano" na cena com o Xerife Stilinski. Como alguém consegue ser tão dissimulado a esse ponto? Sério, gente! E o pai do Stiles todo fofinho abraçando ele como se fosse um filho. Se já o odiava antes, passei a desejar sua morte lenta e dolorosa mais do que tudo. E lembram se da minha pergunta: "por que Theo está a fazer isso?". Em "Lies of Omission", presenciamos uma conversa entre ele e os Dread Doctors que nos dá uma pista de qual é a dele. Um pack foi lhe prometido a ele e nada tira da minha cabeça que ele quer fazer com que Scott deixe de ser um true alpha para que ele possa se tornar o alfa do pack, até porque, ele pediu para que Hayden fosse mantida viva...





E por falar em Hayden, devo dizer que a cosplay de Selena Gomez até ficou fofinha ao lado de Liam, mas afinal, quem não fica mais agradável ao lado do menino cotonete? Ele realmente tem sido a revelação da temporada e eu tenho gostado dele cada episódio mais. A força com a qual protege a menina é admirável, além de tudo o que ele tem feito pelo pack; Um beta mais alfa que o próprio true alpha. Mas pelo menos no fim, Scott apareceu para marcar presença na cena de luta com os Doctors, apesar de no fim, eles terem conseguido enfiar sua agulha na menina e injetado mais mercúrio, provavelmente. E eu juro que queria mesmo que Scott não fosse um pau no cu e transformasse a menina, já que por fim, isso pode salvá-la. Sério, o que tem de errado com esse jovem agora? E quase prevejo Theo mordendo Hayden para que ela e Liam acabem se unindo a um pack em que o alfa seja ele mesmo.

Enquanto isso, Lydia e Stiles estavam à procura do Nematon, mas sem sucesso. Rodar pela floresta atrás de um pedaço de árvore não é uma tarefa fácil e justamente por isso, Lydia decide ir até a fonte de ligação com a árvore: Parrish. Eu devo confessar o quanto amo as cenas dos dois juntos, qualquer que sejam elas, as de ship, as de conversas séries, ou, as minhas favoritas, as de luta. E o episódio caprichou nessas para nós já que a fotografia da floresta estava linda demais.



E bom, de quebra ainda tivemos a conversa entre os dois e a explicação de Parrish sobre seu "sonho" e as centenas de corpos jogados pela raiz da árvore. Aliás, achei incrível como Parrish aceitou tudo isso. Imaginem vocês, pessoas boas, recebendo a notícia de que, não só estão infligindo a lei, como tem algo sobrenatural dentro de vocês que não há controle e não se tem ideia do que seja. Parrish agiu muito bem na minha opinião, mostrando que, mesmo que independente de o quer que ele seja ser ruim, ele não é. Prova disso foi o fato de ele ter decidido se fechar numa cela para que não leve mais os corpos para o Nematon. E aliás, adorei a cena dele com o xerife, foi tão honesta, simples e cheia de significado...



Mas bom, acredito que o ponto ápice de "Lies of Omission" tenha sido a cena entre Scott e Stiles. Como eu disse antes, a amizade/bromance dos dois é um dos pilares da série. A química entre Dylan O'Brien e Tyler Posey é inegável e podemos ver que a questão da amizade ultrapassa os limites da ficção. Justamente por isso, foi ainda mais difícil assistir essa cena. Ver que Scott se deixou levar pelo que Theo plantou e simplesmente escolheu não acreditar em Stiles, ou, meramente se importar em ouvir sua versão foi o que mais me doeu, e bom, em Stiles também. Scott tem vindo a fazer escolhas que não condizem com o personagem, umas atrás das outras. Notamos que ele passa por uma crise, com o peso da responsabilidade de ser um true alpha e um líder do seu pack. E ainda de bônus temos os Dread Doctors que apareceram, estão a fazer a festa ao matar adolescentes inocentes, e a impotência de Scott em tentar resolver isso. Eu entendo isso, mesmo. Mas para mim, nada justifica virares as costas para o teu melhor amigo, teu irmão de outro sangue. Especialmente se esse alguém for Stiles, porque no fim das contas, todos sabemos que Stiles sempre tem razão. Entretanto, é impossível conter o ódio de Theo ao ouvir a discussão toda e a comemorar quando Scott mandou Stiles embora.

E é com esse sentimento de coração partido que aguardamos a finale da parte A dessa quinta temporada, onde, todos esperamos, descobrir finalmente o que Parrish é, qual o propósito dos Dread Doctors, o que diabos o Theo quer, e, principalmente, se o Scott vai, finalmente deixar de ser um pau no cu e agir como o true alpha que todos esperamos que ele seja.



Notas sobrenaturais:
1) Mason está a saber bastante as criaturas sobrenaturais. Já até pode substituir o Deaton.
2) Aliás, será que ele ainda está a ser torturado pela Desert Wolf?
3) Malia a desafiar a mãe da Lydia mereceu minhas palmas
4) Mas ao mesmo tempo, quis abraçá-la quando ela não soube o que fazer sobre a menina Beth.
5) O que será que vai causar a marca de mordida no ombro do Stiles?
6) O perigee syzygy, ou melhor, o fenômeno da super lua está se aproximando e acredito eu, será a última cartada dos Dread Doctors.
7) Alguém indique o Dylan pro Emmy? Obrigada.
8) Destaque da semana para Stiles que diz que nem todos são true alphas, que alguns deles são humanos ainda. Palmas lentas.

E vocês, o que acharam de "Lies of Omission"?

TAMBÉM PODERÁS GOSTAR DISTO...

0 comentários

Olá meus amores! Ou como eu gosto de vos chamar, Woah'zitos.
No caso de vocês estarem interessados em comentar o conteúdo aqui do blog, fiquem a saber que depois de responderem ao formulário de comentários a vossa opinião não ficará visível, mas irá ficar assim que eu lei-a o comentário e autorize a sua publicação.
Prometo responder a todos vocês como muito amor e carinho.

Aviso

Na sua maioria, as imagens e ilustrações utilizadas no blog são retiradas do Tumblr, Pinterest ou de uma pesquisa no Google Imagens. Se por coincidência alguma das imagens aqui partilhadas seja tua ou de alguém que conheces, agradeço que entres em contato comigo para a devida identificação ou exclusão das mesmas.

Os textos são da minha autoria, então caso queiras retirar alguma informação, eu agradeço ser citada e/ou informada. Qualquer informação retirada de um jornal, revista, livro, Internet ou outros, estará citada e identificada.

Instagram