Empire: 2.04 "Poor Yorick" #EmpireMaratona

sábado, outubro 24, 2015


Começo essa review com um comunicado da UNESCO: COOKIE LYON foi oficialmente declarada Patrimônio Cultural da Humanidade.

Nada de Emmy, Oscar ou SAG. Cookie conquistou o coração do povo e esse quarto episódio veio apenas coroar tudo isso. Taraji P. Henson entregou nos atuações de encher os olhos e provou nos que Empire definitivamente assumiu o compromisso de critica à estrutura social norte americana. Todo este roteiro é atrelado à um conjunto músical muito bem composto e leva nos ao gueto estadunidense a cada refrão. Os episódios são envolvidos em tretas que nos fazem querer girtar, torcer, cantar e sambar junto. Por tanto, vamos ao Samba da vez.

Roxanne está disposta a infernizar a vida de Lucious até encontrar algo que o incrimine. A cartada da vez foi adentrar a Empire com meio FBI para procurar alguma pista (sabemos que no fundo ela sabia que não iria encontrar nada, foi mais uma pressão psicológica mesmo). Além da Empire, a mulher colocou o FBI até na Dynasti. Anika está disposta a ganhar a confiança de Cookie enquanto que Hakeem ainda não desistiu da sua ideia de formar uma girlband. Lucious safadinho, resolveu mostrar o leão para a Rox e pela cara dela, o leão é saudável. Ninguém consegue amedrontar o Satanás, não é mesmo? Nem o FBI.

E na guerra de irmão, dêem todos os prêmios para Hakeem. Que evolução de personagem! Eu achava-o completamente insignificante na primeira temporada, mas estou aplaudindo ele de pé nessa segunda. Enche me de orgulho como ele tem negado as propostas do Lucious em detrimento da Mama Cookie. É assim mesmo que se faz!. Em compensação, Jamal está cada vez mais indo de ladeira a baixo, e se tornando um personagem insignificante a cada episódio. Não vamos nem falar da voz de infecção intestinal belíssima. Se tornar um pau mandado de Lucious realmente fez o personagem cair no tédio. Juntem ele e aquele namorado dele e mandem os dois pularem numa piscina de sal para ver se ganham um pouquinho de significância. A cara de ciúmes do Michael na cena do ensaio fotográfico foi hilária. Mas fora isso, é peso morto.

RAINHA. DEUSA. CRIADORA DO SAMBA. E agora avó. Nosso Biscoito preferido sabe ser Dona, né amores? Não dá para negar que as melhores cenas, as melhores frases, dessa série são dela. Não dá para não ser histérico com essa mulher em cena. Calma Aninha, um samba por vez. A senhora Lyon teve que encarar a fera de frente. Foi fofo eles falarem do bebê do Andre, acho lindo como lá no fundo, notamos que os laços familiares dos Lyon são mesmo fortes. Lucious achava mesmo que tinha calado nossa Mama? Querido, ninguém consegue sair de cena com tanto lacre como essa mulher. “Fale com uma avó que tenha uma rabinho como este!” IMPOSSÍVEL MULHER. Como eu já disse, é empolgante ver como Empire coloca, com inteligência e sutileza criticas bastantes contundentes à sociedade americana. Não teve cena melhor do que Cookie sendo presa. “Estou sob custódia da polícia, eu não cometi suicídio!” Não dá para não dizer que essa mulher é rainha gente. Pelo amor de Deus. O LACRE TAMBÉM VEM EM FLASHBACK. Uma coisa que nunca foi bem explorada foi o passado de Cookie na cadeia. Mas quando ele veio, derrubou todos os fornos possíveis. Cookie pedindo para morrer. CHOREI. Taraji P. Henson mostra que pode ser a rainha do Lacre e do Drama. E quando a gente achava que o psicológico da Sra. Lyon estava completamente abalado, ela soube reverter toda a situação ao seu favor e colocou os contratos da rádio na mira do FBI. Cookie andando de metrô? Bitch, please.

Definitivamente Anika e Cookie não nasceram para serem amigas, não rola confiança ali. Preocupo-me que depois do pé no rabo da Biscoito, a branquela vá querer vingança. PRA CIMA DA RAINHA NÃO! Mas barracos a parte, deu dó. Simpatizo com ela nessas partes em que ela quer destruir o Lucious. Sabe como é: Inimigo do meu inimigo é meu amigo, mas ainda tenho meu pé atrás, mentiu uma vez, pode mentir de novo.

Quando eu digo que Hakeem está um amor nessa temporada, quero dizer que ele está um amor mesmo. Alguém precisava dar uns bofetes no Jamal. #merepresenta Alguém, fala pro Jamal parar de cantar gemendo gente, pelo amor de Deus, ele não precisa disso para provar que canta bem. E o que foi aquela menina toda trabalhada no vocal latino? Empire é do povo, mesmo!!!

Ow série pra me encher de orgulho. Já quero ela e Hakeem fazendo dupla. E nada de Lucious roubando talento de novo! Lucious admitiu que é o capeta, e cadê a novidade disso?! Nunca o vi tão orgulhoso com o Andre como quando descobriu que o filho matou o tio, e de quebra, ainda deixou uma surpresa nada legal para a Rox. MATEM ESSE HOMEM. FAÇAM ELE SOFRER. Essa série está a tornar me bipolar. Odeio quando me dou em momentos que estou a amar esse capeta, já podem me internar.

Empire mexe comigo? Talvez. Não dá gente. É samba em cima de samba. São muitas personagens maravilhosas todas trabalhadas no lacre e no hip-hop. As músicas do Hakeem estão a viciar me enquanto Jamal faz me ter náuseas, Lucious faz me querer cortar os pulsos e Cookie... Não estou bem. Não vamos falar dela.  Quero mais. Tem que ser 3 vezes por semana. O Mundo precisa disso no horário nobre pra ontem. É CULTURA. É VIDA. É EMPIRE.

P.S.: QUERO BECKY E PORSHA SAMBANDO JUNTO COM A COOKIE. AUMENTEM O SALÁRIO DELAS.
P.S.": Lucious e os flashbacks do passado. PAREM COM ISSO. Não quero ter pena dele, eu não vou suportar. (Kelly mãe do cretino, queria ela cantando).
P.S.'": A música do Jamal Gemedeira com o Hakeem já virou toque porque sim. 
P.S."": Criei esse só porque Cookie é rainha da minha vida. Entra na minha casa, entra na minha vida.

TAMBÉM PODERÁS GOSTAR DISTO...

0 comentários

Olá meus amores! Ou como eu gosto de vos chamar, Woah'zitos.
No caso de vocês estarem interessados em comentar o conteúdo aqui do blog, fiquem a saber que depois de responderem ao formulário de comentários a vossa opinião não ficará visível, mas irá ficar assim que eu lei-a o comentário e autorize a sua publicação.
Prometo responder a todos vocês como muito amor e carinho.