Então, é Natal

sexta-feira, dezembro 25, 2015


Era véspera de natal e eu mais uma vez não conseguia compreender todo aquele sentimentalismo barato vendido pela mídia. Lembro-me como se fosse ontem os natais da minha infância, toda a família se reunia vinham os tios, tias, primos(..) e todos nos reuniam na casa dos avós, ai que saudade daquele tempo. Os presentes eram os mais singelos, porém cheios de significados cada ano esperávamos ansiosos para saber qual seria a nova surpresa e a chegada do bom velhinho.
Hoje vejo que as crianças se tornaram consumistas com porte de gente grande, as famílias perderam todo aquele clima de confraternização, falo pela minha própria família quando o meu avô paterno morreu todos nós ficamos muito abalados e todos os natais nos fazia lembrar os abraços e sorrisos, das brincadeiras e acima de tudo de como o avô nos mantinha unidos sempre nos lembrando que o natal não era apenas época de receber presentes, mas sim de nos lembrarmos o verdadeiro significado o nascimento do menino Jesus e tudo que isso representa.
Sinto-me até envergonha é como se o estivesse a ouvir dizer:
- CRISTINA! O que foi que eu TE ensinei? Esses são modos de te comportares, por que todo esse ceticismo? Já escreveste as tuas cartas? Já abraçaste alguém hoje e disseste-lhes como eles são importantes? Tu ainda te lembras qual é o verdadeiro significado de tudo isso?
Algo a que eu reponderia mais ou menos assim: “ Desculpe me avô e sim, eu ainda me lembro de cada palavra que o senhor disse, e não, eu não escrevi as minhas cartas não sei o que acontece eu não consigo encontrar palavras para me expressar nem sentimento suficiente para abraçar ou qualquer outro gesto afetivo,..”
Mas agora as véspera é como se um clarão iluminasse a minha mente, percebi que me deixei levar por este mundo consumista que tanto odeio, e que o natal, mais precisamente o seu real significado está dentro de nós, que eu não posso exigir que todos tenham a mesma crença que eu e tão pouco dêem a mesma importância, mas eu tenho que fazer a minha parte. Uma lágrima caiu dos meus olhos e percebi que eu não precisava escrever cartas, mandar cartões ou comprar presentes, mas que minha presença, minha palavra de carinho e meu abraço sincero fariam toda a diferença.

Desejo a todos um Feliz Natal, que vocês possam desfrutar de tudo que essa época pode oferecer, a família, os amigos, tu mesmo(a). Basta celebrar!!!

TAMBÉM PODERÁS GOSTAR DISTO...

4 comentários

  1. Respostas
    1. Já não vou propriamente a tempo de te desejar um feliz natal, mas espero que o tenhas tido, tal como te desejo um bom ano novo.

      E não te esqueças, por aqui temos posts todas as segundas, quartas, sextas e domingos.

      Muitos beijinhos, Ana.

      Eliminar
  2. Para mim, o Natal é o reunir a família e passar um bom momento todos juntos!

    http://elefantemagico.blogspot.pt/2015/12/carta-de-um-blogger-versao-epoca-festiva.html

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Infelizmente, há muita gente que não reúne a família no natal. Espero que tenhas passado bem o teu, rodeada daqueles que mais amas.

      E não te esqueças, por aqui temos posts todas as segundas, quartas, sextas e domingos.

      Muitos beijinhos, Ana.

      Eliminar

Olá meus amores! Ou como eu gosto de vos chamar, Woah'zitos.
No caso de vocês estarem interessados em comentar o conteúdo aqui do blog, fiquem a saber que depois de responderem ao formulário de comentários a vossa opinião não ficará visível, mas irá ficar assim que eu lei-a o comentário e autorize a sua publicação.
Prometo responder a todos vocês como muito amor e carinho.

Aviso

Na sua maioria, as imagens e ilustrações utilizadas no blog são retiradas do Tumblr, Pinterest ou de uma pesquisa no Google Imagens. Se por coincidência alguma das imagens aqui partilhadas seja tua ou de alguém que conheces, agradeço que entres em contato comigo para a devida identificação ou exclusão das mesmas.

Os textos são da minha autoria, então caso queiras retirar alguma informação, eu agradeço ser citada e/ou informada. Qualquer informação retirada de um jornal, revista, livro, Internet ou outros, estará citada e identificada.

Instagram