How To Go Vegan

domingo, dezembro 13, 2015

Transição para o veganismo

Tu decidiste que gostavas de te tornar vegan. mas não sabes por onde começar? A conversão para o veganismo pode parecer assustadora, contudo a ideia de uma grande mudança no estilo de vida é bem mais apavorante do que fazê-lo. Foca-te em fazer uma mudança de cada vez e o progresso irá parecer bem mais natural. É importante ires ao teu próprio ritmo e decidires qual método, ou quais métodos, resulta/m melhor para ti.

Aprende o mais que tu possas

Antes de começares a transição o primeiro passo é familiarizares-te com o veganismo. Isto vai realmente ajudar te a sentires te preparada e suficientemente bem informada para que comeces a mudar o teu estilo de vida.
  • Aprende os benefícios de um estilo de vida vegan. Educa te sobre as praticas e custas atrás da produção de produtos animais. Encontra as tuas razões pessoais para esta mudança.
  • Aprende como nutrir o teu corpo com um dieta a base de plantas.
  • Começa a ler a lista de ingredientes - Aprende como ver se um produto é vegan.
  • Procura por produtos vegan na mercearia onde costumas fazer compras, procura por restaurantes e mercearias vegan na tua área.
  • Lê, vê e aprende. Procura por documentários vegan, livros, revistas, websites, blogs, foruns e pessoas. Eles podem oferecer informações valiosas, apoio e vão ajudar te a sentires te mais confiante na tua transição.

Adiciona a tua dieta antes de retirares

  • Começa a encorpar mais gão, feijão, legumes, nozes, sementes e tofu na tua dieta. Familiariza te com a sua preparação, armazenamento e usos.
  • Começa a recolher e a experimentar receitas vegan que te apelem. Encontra diferentes, rápidas e praticas receitas de que tu gostos e que fiques confortável a preparar.
  • Troca o leite por uma alternativa não láctea, como amêndoa ou soja. Está é uma troca fácil para a maioria das pessoas mas há um monte de opções, por isso experimente e descobre qual marca e variedade tu mais gostas.

Descobre e relembra te da tua motivação para mudares.

Há uma grande diferença entre adotar um estilo de vida vegan e fazer uma dieta. É fácil sentires te tentado  a afastares te dos planos da dieta ou fazeres "batota", mas não é o mesmo com o veganismo. Quando tu sabes exatamente porque que queres ser vegan é muito mais difícil afastares te desse estilo de vida. Por isto é que é tão importante aprender os benefícios deste estilo de vida e os efeitos que a produção tem na nossa saúde, ambiente e humanidade.

Mantém uma atitude positiva.

Pensa em todas as deliciosas comidas que vais experimentar, invés de pensares em todas as comidas que vais deixar de comer. Tu podes ficar surpresa com todas as opções que realmente há. Pelo menos algumas das tuas comidas preferidas já são vegan, ou então fáceis de veganize, e há váriados pratos internacionais que são aceites pelos vegans. Entusiasma te com todas as mudanças que estás a fazer.

Começa por planear a tua transição

Há várias maneira de te converteres a vegan, por isso é que precisas de pensar seriamente sobre o que resulta melhor para ti.

O pensamento do tudo ou nada & barreiras ao veganismo

Se tu tens desejo em te tornares vegan mas te encontras a lutar com a ideia de deixar de comer um certo alimento, não te preocupes, isso é completamente normal. A maior parte das pessoas vegan param de comer produtos animais por razões éticas não porque eles não gostam do sabor.
Muito frequentemente, pessoas desistem da ideia do veganismo por medo de perder um determinada alimento ou acabam por desistir, inteiramente por uma razão similar. Por muitas vezes isto é o resultado de se atirarem de cabeça, com muita pouca preparação. E é por isso que é tão importante fazeres a transição a um ritmo que funcione para ti.
Se por alguma razão, sentires que não te consegues comprometer a 100% a uma dieta vean por causa de uma "barreira alimentar", está tudo bem. Não deixes que isso te impeça de minimizar a ingestão de produtos à base de animais, em qualquer medida. Deixa de comer um produto animal que não queres deixar e premite que o comas em ocasiões excepcionais quer seja comida uma refeição de feriado, ou algo do teu restaurante preferido. Eu defendo que se deve seguir uma dieta inteiramente vegan e encorajo-te a esforçares te para isso, como um objetivo, mas é estúpido abandonares totalmente o veganismo porque gostas muito de bacon ou queijo. Se permitir um pouco de flexibilidade é o que te vai ajudar a manter um estilo de vida maioritariamente vegan, isso é o que tu deves fazer.

Um aviso importante

Cada bocadinho, conta. Quer tu decidas ser vegetariana, vegan, ou simplesmente diminuir o teu consumo de produtos animais tu estás a dar um passo na direção correta. Não te deixes rotular com base na tua dieta.
Não permitas que sejas oprimida. Leva o teu tempo, espera por alguns erros, aprende com ele, segue em frente! Boa sorte!
Este post é uma tradução, podes conferir o original aqui e é uma sugestão da Coletiva de Bloggers Aspas & Vírgulas

TAMBÉM PODERÁS GOSTAR DISTO...

0 comentários

Olá meus amores! Ou como eu gosto de vos chamar, Woah'zitos.
No caso de vocês estarem interessados em comentar o conteúdo aqui do blog, fiquem a saber que depois de responderem ao formulário de comentários a vossa opinião não ficará visível, mas irá ficar assim que eu lei-a o comentário e autorize a sua publicação.
Prometo responder a todos vocês como muito amor e carinho.

Aviso

Na sua maioria, as imagens e ilustrações utilizadas no blog são retiradas do Tumblr, Pinterest ou de uma pesquisa no Google Imagens. Se por coincidência alguma das imagens aqui partilhadas seja tua ou de alguém que conheces, agradeço que entres em contato comigo para a devida identificação ou exclusão das mesmas.

Os textos são da minha autoria, então caso queiras retirar alguma informação, eu agradeço ser citada e/ou informada. Qualquer informação retirada de um jornal, revista, livro, Internet ou outros, estará citada e identificada.

Instagram