AQUELE TEXTO QUE ME PEDISTE | O Moreno

sexta-feira, fevereiro 12, 2016


Eu acreditei de novo em nós, foi aí que eu errei. Acreditei que des vez podia ser, porque nós já tinhamos ficado muito tempo longe e crescido tanto que não tinha como dar errado mais uma vez. Mas eu enganei me, tu nunca cresceste. Tu ainda és o mesmo rapaz imaturo e egoísta que eu conheci. Ainda és aquele raparinho perdido na ilusão de que tem o mundo aos seus pés e que, por isso, tem o direito de brincar com os sentimentos dos outros, direito de entrar e sair da vida alheia com se o estrago que tu causas não imenso. Grande engano. O mundo é redondo e gira sem parar, num dia nós magoamos alguém, noutro é alguém é que nos magoamos e tu ainda te vais arrepender de ter o ego tão grande e o coração tão pequeno. Mas não sou eu que te vou motrar que tu não és tudo isso, porque durante esta história toda eu cresci e não quero desperdiçar as minhas chances com que não vale o meu esforço.

Desta vez tu não conseguiste, não é Moreno? Eu fui mais rápida, mas é o que eu disse; não sou mais a idiota que era antes. Não sou mais aquela menininha apaixonada que aceitava as tuas migalhas só para não ficar sem nada. Eu não quero mais fingir estar feliz a ganhar os teus restos, nem ter de forçar me a achar que não há nada de mais em querer aquilo que sobre de ti depois de uma boa noitada com meia dúzia de amigas. Eu não aceito mais os teus pedaços e nem me contento com palavras bonitas que não significam coisa alguma, eu quero mas, e quero tudo, mas tu tens tão pouco para me dar. Aliás, tu nunca tiveste nada, eu é que queria acreditar naquele casal perfeito que eu idealizava na minha cabeça, queria tanto que acabei por criar desculpas para as tuas desculpas, só assim eu conseguia convencer me de que ia dar certo. Não ia, nem deu, era óbvio porque tu nunca quiseste que desse.

Tu julgavas te bom demais para ficares comigo, mas no fundo sabias, como hoje eu sei, que chegaria a altura em que eu iria ver que merecia algo melhor. Eu descobri e nem é difícil de encontrar alguém que seja, sabes? O que mais não falta por aí, é alguém melhor do que tu, mas será que tu vais encontrar alguém para me substituir? Será que tu vais conseguir alguém que te ame como eu te amei? Alguém que aceite todos os teus defeitos sem apontá-los? Sinto muito, mas eu acho que não. A questão é que quando tu tiveres noção disso vai ser tarde demais, por sinal, já é. A porta está fechada e a minha vida também, doeu guardar as nossas fotos, trancar a gaverta e deitar a chave fora, mas foi necessário, com os tombos nós aprendemos a só deixar entrar nas nossas vidas quem vai agregar e tu sugar. É ruim ter te por perto. Depois de passar muito tempo atrás de alguém que só sabia fugir de mim e achar que eu não me podia completar sozinha, eu entendi que só não posso, como devo, na minha vida só deve entrar quem quiser somar, se tu não sabes fazer isso pelo menos não me venhas dimunuir.


Antes de eu ir embora e deitar a culpa para cima de tu, tu é que me pediste um texto, pestanejei muito em fazê-lo, tu não mereces consideração alguma da minha parte, mas mesmo assim aqui está ele. Espero que sejas feliz, mas bem longe de mim.

TAMBÉM PODERÁS GOSTAR DISTO...

0 comentários

Olá meus amores! Ou como eu gosto de vos chamar, Woah'zitos.
No caso de vocês estarem interessados em comentar o conteúdo aqui do blog, fiquem a saber que depois de responderem ao formulário de comentários a vossa opinião não ficará visível, mas irá ficar assim que eu lei-a o comentário e autorize a sua publicação.
Prometo responder a todos vocês como muito amor e carinho.