AINDA PODEMOS SER | O Moreno

sexta-feira, julho 01, 2016

Via Reprodução
Senta te aqui, comigo. Deixa me olhar te. Deixa me ver te. Coloca uma música no computador. Tem The 1975, Paloma Faith e Shawn Mendes numa playlist que eu fiz download para pensar em ti. Tem também a nossa música. E Dream Theater. Outra noite que se passa. E eu vou até ti. Apaga a luz que eu acendo o candeeiro. Tudo fica mais bonito no escuro, até o nosso amor. Toma um café, uma água, uma cerveja. Toma o meu corpo e coloca o teu. E ama-me. Depois escuta me um pouco. Só um pouco. Prometo falar rápido, porque nós nunca gostamos de enrolação. Só de nos enrolarmos. Um no outro, principalmente.

Sei que tudo o que tenho para te dizer não vai fazer sentido nenhum, mas tudo bem porque nós também não fazemos. Nunca fizemos. E mesmo assim eu continuo a acreditar em nós dois. É isso, Moreno. Eu ainda acredito na nossa história. Por mais insano que isso seja. Por mais patético que pareça. E é. Eu sei, Mas não importa. No fundo nunca importou. Só nós. E tu ainda és aquilo que mais me importa.Mesmo depois de tudo. Mesmo depois do tanto que eu chorei no colo dos outros e de ter ido embora da tua vida, prometendo nunca mais te deixar entrar na minha. Eu estou aqui. A porta está aberta. E só falta tu voltares.


As coisas não têm acontecido como eu imaginei. Tirei as tuas roupas do armário, deitei fora a tua escova dos dentes e rasguei a nossa foto, aquela que ficava ao lado das flores que me tinhas dado. Elas iam durar enquanto o nosso amor durasse. Talvez seja por isso que elas continuam vivas. Esquece que são de plástico e entende a metáfora. Também comprei uns livros de autoajuda no quiosque da minha rua, o rapaz perguntou porque é que paraste de comprar o jornal do domingo e eu tive que dizer que tu paraste de fazer muitas outras coisas. Inclusive comigo. E ele olhou me com pena, sem saber o que responder. Mas está tranquilo, porque eu também me olho assim de vez em quando.

Tentei de tudo. Juro! Só que parece que alguma coisa continua a prender me a ti. Apaguei o teu número da minha agenda, arquivei nossas mensagens e desfiz me do perfume que tu esqueceste aqui. Comprei roupas novas, tingi o cabelo e postei algumas fotos só para tu pensares que eu estava a seguir em frente. Estava a dar certo, sabes? Eu comecei a acreditar que estava a ficar tudo bem depois que passei sete dias sem chorar por ti, mas aí eu senti o teu gosto numa outra boca e não consegui entender porque é que não estavas ali. Porque é que não éramos nós. E não encontrei uma explicação. Nenhuma. Como também não encontrei uma razão para não tentar de novo. E de novo. Novo. Tu sabes?

Chega um pouco mas perto. Enquadra os teus olhos nos meus. E fica assim. Quietinho. Sente o meu coração. Deixa me perder aí dentro enquanto tu te perdes em mim. Deixa me achar me nessa confusão que vive no teu peito. Deixa me descobrir se ainda moro aí dentro. Eu confesso, tu ainda moras dentro de mim. Como um inquilino persistente que não arreda o pé mesmo quando o universo o puxa para fora. E não arreda mesmo! Eu não quero. Nunca quis. Nem nas vezes em que falei que sem ti eu ficava muito melhor. Não fico. Estás a ver? Eu estou um caco. Mas tu sabes colar os meu pedacinhos. Então cola para mim. E confia também, porque eu sei que nós ainda podemos ser.

TAMBÉM PODERÁS GOSTAR DISTO...

3 comentários

  1. Awwww!!! OBRIGADO <3 É sempre uma querida e super atenciosa com os comentários. Fico-te mesmo muito agradecido :D
    Verifiquei os links e estão todos corretos. Estanho :/ Às vezes a culpa é mesmo do blogger que teima em não colaborar!

    Já aqui te disse que escreves de uma forma maravilhosa e que facilmente chegas ao coração dos teus leitores. Pelo menos a mim acontece isso. Não devemos esperar que alguém possa vir completar-nos. Muito pelo contrário. Devemos ser nós, sempre, no seu todo <3

    NEW COOKING POST | Shrimp in beer, and four cheeses pasta.
    InstagramFacebook Oficial PageMiguel Gouveia / Blog Pieces Of Me :D

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Agora o blogger já parece estar a colaborar e consegui aceder perfeitamente a todos os links :)

      Acho que realmente devemos primeiro devemos tomar conta de nós e daquilo queremos visto que um relacionamento será
      sempre um espelho daquilo que somos.

      Obrigada pelo carinho e muitos beijinhos, Ana

      Eliminar
  2. Ahahaha, fazes-me sempre ficar de sorriso de orelha a orelha! Obrigado por seres assim :')

    NEW TIPS POST | Healthy Hair on Summer.
    InstagramFacebook Oficial PageMiguel Gouveia / Blog Pieces Of Me :D

    ResponderEliminar

Olá meus amores! Ou como eu gosto de vos chamar, Woah'zitos.
No caso de vocês estarem interessados em comentar o conteúdo aqui do blog, fiquem a saber que depois de responderem ao formulário de comentários a vossa opinião não ficará visível, mas irá ficar assim que eu lei-a o comentário e autorize a sua publicação.
Prometo responder a todos vocês como muito amor e carinho.

Aviso

Na sua maioria, as imagens e ilustrações utilizadas no blog são retiradas do Tumblr, Pinterest ou de uma pesquisa no Google Imagens. Se por coincidência alguma das imagens aqui partilhadas seja tua ou de alguém que conheces, agradeço que entres em contato comigo para a devida identificação ou exclusão das mesmas.

Os textos são da minha autoria, então caso queiras retirar alguma informação, eu agradeço ser citada e/ou informada. Qualquer informação retirada de um jornal, revista, livro, Internet ou outros, estará citada e identificada.

Instagram