DEMASIADO CEDO, DEMASIADO TARDE | O Moreno

quarta-feira, outubro 19, 2016

Lê aqui outros posts do projeto O Moreno


Eu sei que não existe um “nós”, mas acredito que posso contar como foi bom ter vivido a nossa história e tudo o que passamos juntos. Da forma como eu me encantei pelo teu sorriso e de como na décima troca de olhar já estava perdidamente apaixonada por ti como nunca estive por alguém.

Foi uma paixão intensa e avassaladora. Vivemos os nossos minutos de maneira tão profunda que nem me apercebi que os dias iam passando. Para as paixões assim, o tempo costuma ser um pouco cruel de tão revelador que é, ou a paixão se torna amor ou acaba. Mostrou que ficamos com essa segunda opção.

Particularmente, fico feliz por ter vivido uma história de amor ao teu lado. O “para sempre” pode acabar em alguns casos, mas isso não significa que não fomos felizes. Vivemos tudo no nosso tempo, ele só foi mias rápido do que nós. Mas, não trago em mim nenhum arrependimento de ter passado algum do meu tempo ao teu lado. 

A vida continua e o mundo dá tantas voltas que ele pode parar num ponto em que já estivemos antes, seja com companhia ou sem ninguém. A diferença é que olharemos a vida com outros olhos e, independentemente do que aprendermos, é bem melhor que o passado.

O teu sorriso ainda mexe comigo, mas estou tranquila. Há pequenos fragmentos teus que sempre irão viver em mim, que caberão na minha história. Eu só desejo, de verdade, que esteja bem contigo mesmo.

Este texto, curto e sincero, é para ti. Tu que com um cigarro entre os lábios, um casaco de cabedal e a barba que crescia à semanas, me roubaste a atenção. Tu que um olhar, me roubaste a alma. Tu que com um beijo, me roubaste me o coração. Segue em paz.

TAMBÉM PODERÁS GOSTAR DISTO...

1 comentários

  1. Na verdade todos os fins de relacionamento não necessitam ser tão bruscos e tristes por vezes pode magoar-nos, mas fica sempre ali um carinho ou um respeito que temos pela pessoa.
    Beijinhos!
    http://grandesonhadorablog.blogspot.pt/

    ResponderEliminar

Olá meus amores! Ou como eu gosto de vos chamar, Woah'zitos.
No caso de vocês estarem interessados em comentar o conteúdo aqui do blog, fiquem a saber que depois de responderem ao formulário de comentários a vossa opinião não ficará visível, mas irá ficar assim que eu lei-a o comentário e autorize a sua publicação.
Prometo responder a todos vocês como muito amor e carinho.

Aviso

Na sua maioria, as imagens e ilustrações utilizadas no blog são retiradas do Tumblr, Pinterest ou de uma pesquisa no Google Imagens. Se por coincidência alguma das imagens aqui partilhadas seja tua ou de alguém que conheces, agradeço que entres em contato comigo para a devida identificação ou exclusão das mesmas.

Os textos são da minha autoria, então caso queiras retirar alguma informação, eu agradeço ser citada e/ou informada. Qualquer informação retirada de um jornal, revista, livro, Internet ou outros, estará citada e identificada.

Instagram