NÃO DEIXES O NOSSO AMOR TERMINAR | O Moreno

segunda-feira, dezembro 21, 2015


Talvez eu seja meio muito louca, dessas doidinhas que gostam de bater com a cabeça na parede e insistir em parar sempre na rua sem saída. Talvez eu devesse ser mais racional, colar super cola3 nos pés e ver se, desse jeito, consigo me fixar de vez na realidade, parar de sonhar um pouquinho e concentrar me no que eu devo, e preciso, fazer. Talvez fosse melhor eu ir por um atalho para ver se desse jeito eu caio no caminho certo, uma estrada mais plana e com bifurcação suficiente para eu nunca mais travar de frente para uma parede. Talvez o mundo tenha razão e tudo isto seja errado demais para dar certo.Talvez o nosso quebra-cabeça esteja sem todas as peças e não dê para terminar de montar, vai saber? Talvez seja loucura continuar a apostar todas as minhas fichas em nós dois quando a maré está vindo contra. Talvez seja melhor abandonar o barco. E eu fico repetindo essas coisas para mim, a forçar me a acreditar em todas essas barreiras que eu vou armando e que não fazem sentido algum perto do nosso amor.
Às vezes, eu fujo de ti e tento impedir te de ver o caos que está aqui dentro. Eu sou uma confusão tão grande, Moreno, e vivo revestida pelo medo de nós nos desencontrarmos em algum desses momentos que tudo parece dar errado, por isso eu enrijeço e atendo as tuas ligações com a voz meio indiferente a torcer para que tu não percebas que as saudades me matam, mas não tanto quanto o medo da tua mão desistir de segurar a minha. Eu sei que isso tudo é tão difícil para ti quanto é para mim, mas tu também sabes que eu tenho esta mania de absorver a dor dos outros. E eu sei que te dói, porque nada entre nós dois é simples e o mundo conspira contra, testa a todo momento a nossa força, então eu armo me em uma fortaleza capaz de resistir a todo o furacão que tenta destruir a nossa história. E está tudo bem, sabes? Eu não me importo de sair com alguns arranhões se tu estiveres aqui para cuidar de mim. Eu não me importo de bater de frente com o que quer que tente invadir o nosso espaço, se tu não te importares de ser a minha retaguarda, aquele que vai dar me a cobertura necessário nesta guerra de provar para vida que a gente é mais forte que qualquer armadilha do destino. Eu não me importo de cair de cabeça nesta confusão que inventaram e me perder de todo o resto, se tu não deixares o nosso amor se perder.
É o que tem aqui dentro que importa, é a certeza de que, seja por erro, descuido ou acaso, a gente é de verdade. É a conexão que os nossos corações berram, gritam, esperneiam, é a necessidade que eles têm de ficarem juntos, mesmo quando a gente está longe. É isso que importa no final de tudo. Então tanto faz se vai doer e se vai ser difícil e se vamos ter que enfrentar muitos buracos no nosso caminho, o importante é que a gente chegue junto. O importante é que nada faça a gente abandonar essa viagem na metade, que nada seja maior que o que a gente guarda do lado esquerdo. O que importa é o que a gente sabe, é a certeza de que fomos, sim, feitos um pro outro. Não importa se parece maluquice querer seguir um mapa que vai parar num caminho sem volta. Eu sei que a nossa rua é sem saída, e para mim isso só significa que tu és o meu ponto final.

TAMBÉM PODERÁS GOSTAR DISTO...

4 comentários

  1. Respostas
    1. Miguel és sempre um amor, tal como é sempre um prazer ver te por aqui. Inclusive até te agradeço a passagem, assim vou direta para o teu blog ver o que há de novo.

      Um grande beijo.

      Eliminar
  2. minha querida, quem agradece sou eu!!! Fico mega feliz com esse feedback tão caloroso e tão bom!
    Espero, até, que o teu moreno goste da forma como me visto e que tire algumas ideias :P
    És uma querida <3

    NEW REVIEW POST | Rimmel London: Match Perfection Foundation
    InstagramFacebook Oficial PageMiguel Gouveia / Blog Pieces Of Me :D

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Deixo aqui dito, por escrito, que em caso dele não gostar é porque há mais coisas erradas com ele do que aquelas que eu notei ahahahah

      Muitos beijinhos Miguel, um Bom Natal.

      Eliminar

Olá meus amores! Ou como eu gosto de vos chamar, Woah'zitos.
No caso de vocês estarem interessados em comentar o conteúdo aqui do blog, fiquem a saber que depois de responderem ao formulário de comentários a vossa opinião não ficará visível, mas irá ficar assim que eu lei-a o comentário e autorize a sua publicação.
Prometo responder a todos vocês como muito amor e carinho.