20 coisas que foi aprendendo com os anos

sexta-feira, julho 20, 2018

que ninguém perguntou...

Para quem tem estado mais desatento por aqui pode ser uma novidade saber que em novembro vou fazer vinte anos. Tenho que confessar que desde que completei 18 anos que sinto que os anos passam cada vez mais depressa... E isso tem me feito parar para pensar um pouco como tenho vivido a minha vida, o que me levou a refletir em coisas importantes que aprendi sobre mim mesma em quase 20 anos.

1. Tu primeiro, sempre: se vocês já andaram de avião sabem que os assistentes de bordo deixam claro que em caso de acidente devem colocar primeiro a vossa máscara de oxigênio e depois tentar ajudar terceiros (sejam eles filhos, pais, irmãos...) E esse tipo de pensamento funciona para quase tudo na vida. Precisas de cuidar de ti, dos teus sonhos e objetivos. Precisas de aprender a ser feliz sozinho e a te amar. O altruísmo parte do amor próprio, do pressuposto que tu estás tão bem que podes passar isso aos outros. E da mesma forma que ninguém é responsável pelos teus erros ninguém será responsável pela tua felicidade.
2. Aprendi a dizer não: enquanto somos jovens acabamos por ter uma vida social mais agitada pelo menos, eu tenho em comparação aos meus pais. E convites para ir jantar, bater um pé de dança ou simplesmente ir tomar um café surgem em dias em que tu só queres ficar em casa a ver uma série qualquer e acabamos por dizer que sim por medo de dizer não. Mas acreditme em mim, tu não vais perder um amigo só por recusares um convite. Por isso diz não ao mehor amigo que está apaixonado por ti, a um convite bem intencionado, a um favor inconveniente ou a uma vendedora que quer te vender loja e meia. Sempre que quiseres dizê-lo diz, só não saias por aí a preudicar ninguém: tu principalmente.
3. Tudo é eterno enquanto dura: podem ser relacionamentos, paixões, desavenças.... Sei lá. Tudo é passajeito. A mil e uma coisa que faz com que tudo termine: seja a morte ou a mudança, as pessoas mudam TU mudas. E não é porque o teu namoro de cinco anos, meses ou dias acabou que significa que deu errado. Porque durante esses cinco anos, meses ou dias ele deu certo, deu muito certo, mas acabou! Não é porque a tua melhor amiga começou a namorar e se afastou que significa que ele nunca foi tua amiga de verdade: vocês apenas mudaram. Por isso que seja eterno enquanto for bom. E se não poder durar uma vida inteira que seja para sempre até que termine.
5. Há músicas que marcam a nossa vida: é inegavél que a música está em todo e qualquer lugar o que torna com que seja impossível não ligarmos determinados músicas a determinados momentos, lugares e pessoas. E verdade seja dita, nós podemos dizer muito sobre uma pessoa baseado nas músicas que ela houve. Em 2015 escrevi um pouco sobre a minha história através de músicas o que realmente ilustra o quão as mesmas nos marcam.
6. A comida do meu avô será sempre a melhor: os anos passarão e com eles a lista de restaurantes que eu conheço certamente aumentará mas nenhuma comida será melhor do que aquela que por várias vezes o meu avô me preparou com tanto carinho. É que realmente ninguém cozinha tão bem quanto o meu avô Dialino.
7. É com os erros que crescemos: os mesmo são uma  especie de mal necessário porque é errando que descobrimos como acertar. Nós vamos conhecer pessoas erradas, iremos fazes escolhas errados e teremos sempre a oportunidade de escolher usar esse erro como uma forma de aprendizagem.
8. Cada dia é valioso: cada nascer do sol trás consigo novas experiências que poderão nunca mais vir a se repetir, por isso, e por mais cliché que seja, temos de aproveitar cada dia como se fosse um último. Por que um dia chegará o último em que farás algo que sempre gostaste de fazer, em que verás alguém de quem gostas  e em que o sol nascerá pela última vez para ti.
9. Tudo tem o seu limite: tal como diz o povo: o que é demais é molestia! E é isso mesmo: tudo nesta vida tem um limite por isso recusa-te a aguentar uma situação que tu achas que excedeu esse nível.
10. Família, famílie & mais família: nas piores horas e nos piores momentos eles estarão lá para ti. A família é nosso maior bem, são o nosso refúgio e são os únicos que realmente nos querem sempre bem. E com isto não estou a dizer que o sangue é mais espeço que a água, afinal os nossos amigos são a família que escolhemos.
11: Ignorar, por vezes é a melhor opção: "entra pelo ouvido e saiu pelo outro". Não podemos nos importar com todas as críticas e coisas más que os outros saem por aí a dizer, por se o fizermos vamos acabar por não viver. Temos mais é de sair a encolher os ombros e continuar a seguir a nossa vida.
12: Murphy tinha razão ao dizer que se alguma coisa pode dar errado, dará: como disse num post há um tempo atrás: a Lei de Murphy tira vantagem da nossa tendência de enfatizar o negativo e não perceber o que é positivo. Cabe nos a nós tentar tirar o lado positivo de cada situação mesmo sabendo que o pão cai sempre com a parte da manteiga virada para o chão.
13: Eles realmente querem o melhor pra nós: houve situações da nossa vida em que achamos os nosso pais ou avós chatos por nos estarem a dar um puxão de orelhas, mas a verdade é que eles realmente só querem o nosso bem e o cuidado e carinho que eles têm por nós mais ninguém terá. 
14: Há coisas que só a vida nos pode ensinar: é vivendo que se aprende. Há determinadas coisas pelas coisas precisamos de passar pare evoluirmos enquanto seres humanos. Não adianta alguém contar te como é: tu tens de viver e sentir na tua pele para aprender. 
15: Com o tempo tudo passa: seja bom ou mau com o tempo vai passar. Por isso é que temos de aproveitar as possibilidades e de nos acalmar quando algo de mau acontecer.
16: Mentir para mim mesma é o pior tipo de mentira: enganares te a ti mesmo não adianta nem muda nada. Sê fiel contigo mesmo.
17: Nenhuma tela é mais bonita do que a que eu pinto no meu corpo:  o teu corpo é o teu bem precioso e, quando nasceste, foi te entregue a difícil tarefa de o proteger e respeitar. Na minha opinião o corpo humano é das coisas mais puras que existem e deve por isso ser respeitado.
18: É a dor que nos faz mais forte: as angustias e dores porque passamos ao longo da nossa vida são fundamentais para o nosso crescimento e geralmente nós não sabemos o quão forte somos até não nos restar mais nada a não ser ser fortes.
19: Não esperar ser lembrada: ainda estou a aprender a lidar com isto, não que eu ajude as pessoas para em troca elas me construirem estátuas na suas casas, mas não era precisa tanta ingratidão. Sendo assim, esta uma das principais lições que aprendi: a de não ligar.
20: A minha vida está apenas a começar: ainda tenho muitos lugares para descobrir, pessoas para conhecer, erros a cometer. Mas a cima de tudo: ainda tenho muito a aprender.

QUAIS SÃO AS MAIORES LIÇÕES QUE A VIDA JÁ VOS ENSINOU? Contém me tudo nos comentários e não se esqueçam de seguir o blog. Afinal, os meus unicórnios e as minhas fadas lêem sempre primeiro. NENHUMA das imagens que ilustram este post me pertence. Para leres mais posts sobre mim podes carregar aqui ou aqui.
kill them with kindness,
Woah Arabella

TAMBÉM PODERÁS GOSTAR DISTO...

0 comentários

Olá meus amores! Ou como eu gosto de vos chamar, Woah'zitos.
No caso de vocês estarem interessados em comentar o conteúdo aqui do blog, fiquem a saber que depois de responderem ao formulário de comentários a vossa opinião não ficará visível, mas irá ficar assim que eu lei-a o comentário e autorize a sua publicação.
Prometo responder a todos vocês como muito amor e carinho.